Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Monte Verde é a primeira cidade de Minas a implantar rede de segurança

O Tempo

Uma solenidade nesta sexta-feira (17/9) em Monte Verde oficializou a implantação da Rede Integrada de Proteção ao Turismo, uma parceria entre a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). O distrito de Camanducaia é o primeiro a receber o programa do governo de Minas.

 "Hoje começa uma fase importante no turismo. Ter uma rede proteção ao turista visa sobretudo a internacionalização de Minas. A segurança não é só para os habitantes das cidades, como também para aqueles que as visitam”, destaca o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira.

Presente ao evento, o comandante-geral da PMMG, Rodrigo Sousa Rodrigues, lembrou quem quem ganha com ações como essa são o governo, os empresários e a sociedade. “Minas Gerais já é considerado o Estado mais seguro do Brasil pelo segundo ano consecutivo, de acordo com dados da Secretaria Nacional de Segurança Pública”, ressaltou. 

As localidades interessadas em fazer parte da Rede Integrada de Proteção ao Turismo podem se inscrever até o dia 8 de outubro. Para solicitar a implantação da rede, a localidade deve cumprir alguns critérios: ser um destino turístico, integrar a Política de Regionalização da Secult, possuir Conselho Municipal de Turismo ativo e estar cadastrada na Plataforma Integrada do Turismo (PIT).

A PMMG também estabelece algumas ações que precisam ser seguidas pelos municípios e comunidades para que participem do programa, como mobilização social local, cadastro dos integrantes da rede junto à PMMG, participação ativa nas reuniões periódicas da rede e adesão ao projeto "Cidade Limpa, Comunidade Ativa”.

Para melhor avaliar a necessidade de criação de uma rede, além das estratégias mais adequadas a serem adotadas em determinado local, a Secult e a PMMG irão utilizar informações presentes na Plataforma Integrada do Turismo (PIT). Mais informações, clique aqui e assista o webinário sobre a Rede Integrada de Proteção ao Turismo.

 

Ver fontes Baixe!