Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Uso de suplementos alimentares reforçam a imunidade no inverno

O Livre

A OMS estima que, anualmente, gripes e resfriados causem comprometimento grave em 3,5 milhões de pessoas

Produção de Spirulina em Diamantino. Crédito: Divulgação\Spigreen

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, anualmente, doenças que costumam se desenvolver mais no inverno, como gripes e resfriados, causem comprometimento grave em 3,5 milhões de pessoas. Ainda, segundo a instituição, durante a estação, devido às temperaturas mais baixas, as pessoas costumam desenvolver mais casos de problemas respiratórios como: pneumonia, bronquites, alergia, entre outros.

Neste cenário, pesquisas indicam que o uso de suplementos alimentares mais nutritivos, a exemplo da Spirulina, produzem um efeito imunoestimulante, aumentando a resistência do organismo a infecções típicas da estação.

Em estudo recente, realizado por cientistas israelenses e islandeses, publicado na revista Marine Biotechnology, foi constatado que um extrato do superalimento fotossinteticamente aprimorado reduz em até 70% a liberação de uma proteína do sistema imunológico que pode causar uma tempestade de citocinas nos pulmões, responsável pelo desenvolvimento de doenças respiratórias.

A pesquisa indica ainda que o uso do suplemento, eficaz no fortalecimento da imunidade, aliado às orientações governamentais e órgãos oficiais de saúde para prevenção ao contágio de doenças virais, como o coronavírus, pode minimizar os efeitos deste vírus.

“Vários estudos demonstram capacidade da substância em multiplicar e ativar os macrófagos (células de defesa). Além disso, ela induz a produção de anticorpos e ativa igualmente os leucócitos. Assim, esse sistema se encarrega de proteger o organismo e de preservá-lo em saúde. A imunidade estando alta o corpo está protegido, quando não, aparecem as doenças”, complementa Borja.

Spirulina

Ainda pouco conhecida, a spirulina é um alimento que traz diversos benefícios para a saúde e o bem-estar, entre eles o fortalecimento do sistema imunológico. Além disso, estudos indicam sua efetividade no emagrecimento, ganho de massa muscular, redução de inflamações e melhora no controle da glicemia, colesterol e triglicerídeos.

O bioativo, que passou a ser produzido em larga no Brasil em meados de 2019, é rico em proteínas, aminoácidos, ferro, zinco e vitaminas A, B, D e E. Por essa razão, está entre os alimentos utilizados pela NASA em missões espaciais.

Para o professor e PhD, referência Mundial em Spirulina, Fernando Borja, que participou das pesquisas para idealização dos produtos da Spigreen, o fortalecimento da imunidade é, sem dúvida, o principal benefício da utilização do composto.

Um dos principais componentes da spirulina, que também contribui para aumentar a imunidade, é a ficocianina, que, de acordo com pesquisas científicas, exerce atividade modulatória do sistema imune e por isso tem ação determinante para proteção contra doenças típicas do inverno.

Sobre a Spigreen

A Spigreen é uma empresa nacional focada em pesquisa, produção, desenvolvimento e comercialização de Spirulina, cianobactéria, popularmente conhecida como alga, que atua de maneira bioativa com alto valor nutricional agregado.

Por meio da tecnologia, pesquisa e inovação, busca a transformação da qualidade de vida de seus consumidores e distribuidores.

A empresa é líder na produção de Spirulina na América Latina e investe há sete anos em processos de cultivo e controle de qualidade próprios, desenvolvidos em sua fazenda na cidade de Diamantino (MT). Para mais informações, acesse: spigreen.com.br/

(Da Assessoria)

Ver fontes Baixe!