Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true


"Há uns anos atrás eu me encontrava em um processo depressivo (sim, Sacerdote também é ser humano) e o suicídio vivia povoando minha mente. Procurei auxílio de um Bábalawo que prontamente me atendeu. Jogou, me orientou na melhor forma de sair disto, através de Òrìṣà.
Este Sacerdote não me cobrou nada. Nem consulta, nem a orientação para os ẹbọs, não me chamou pra pertencer a Ègbé dele... NADA.
Já atendi várias pessoas na mesma situação em que eu me encontrava.
Sei na pele o que é depressão.
Sei o que estar com um sorriso no rosto ajudando todo mundo e estar morrendo por dentro.
Não julgue a pessoa está prestes a tirar a própria vida.
De atenção, empreste o ouvido, as vezes só precisamos falar sem sermos julgados.
Se o caso resolve com ẹbọs, você é Sacerdote e tem condições de ajudar a pessoa? Ajude sem pensar em $$$.
Èṣù te recompensará.
Setembro é o mês dedicado a esta campanha.Mas, estamos doentes todos os dias."
Fonte: Facebook de Ifalola Sangowale.