Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Flora intestinal saudável pode blindar coração contra infarto e AVC

Notícias ao Minuto

Especialista explica como bactérias presentes na microbiota intestinal ajudam a controlar peso, colesterol, diabetes e outros fatores de risco cardíaco

Flora intestinal saudável pode blindar coração contra infarto e AVC

Considerada a doença do século, a Síndrome Metabólica é a resposta do organismo a uma vida de sedentarismo e alimentação inadequada. A condição é um dos principais fatores de risco cardíaco, já que pode aumentar as chances de infarto, AVC e diabetes tipo 2.

“Ela é um conjunto de todos os principais fatores de risco para o coração, o excesso de peso, colesterol alto, diabetes, hipertensão, sedentarismo e alimentação desequilibrada. Por isso, já se tornou um problema de saúde pública”, explica o cirurgião cardiovascular, Dr. Marcelo Sobral.

Mas, de acordo com um estudo da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, o segredo para o controle das doenças metabólicas pode estar na regulação do sistema imunológico, mas especificamente nas bactérias “do bem”, que estão presentes em uma flora intestinal saudável. O estudo constatou por meio de testes em ratos, que aqueles mamíferos que apresentavam altas concentrações de uma classe de bactérias, chamada clostridia, perdiam peso mais facilmente e reduziam suas chances de tornarem-se obesas e/ou desenvolverem o diabetes tipo 2 .

“Isso ocorre porque boa parte das bactérias presentes na flora intestinal tem função reguladora da microbiota e de doenças metabólicas, já que ajudam a controlar o peso, o colesterol, os níveis de açúcar no sangue e, consequentemente, blindam o coração contra eventos cardíacos, que podem ser fatais como o infarto e o AVC”, afirma Sobral.  

Estudos europeus, divulgados em 2018, já haviam mostrado que pessoas com menor diversidade de bactérias, principalmente de ácido indol propiônico, em sua flora intestinal, têm maiores riscos de apresentarem rigidez das artérias, um dos indicativos para avaliar as chances do paciente ter um ataque cardíaco e/ou derrame no futuro.  

De acordo com o cirurgião cardiovascular, o ácido indol propiônico pode ser um forte aliado na diminuição do risco de desenvolvimento de diabete. “Para garantir que sua flora intestinal apresente essas bactérias, consideradas do bem, é preciso ter uma dieta balanceada, rica principalmente em fibras e probióticos, que regulam o intestino. Além disso, é importante praticar atividades físicas regularmente e beber bastante água durante o dia”, finaliza Sobral.

Ver fontes Baixe!