Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

OAB-PI move ações contra advogados que exercem a profissão irregularmente

180graus

Advogados de outros estados que atuam em mais de cinco processos no Piauí, estão sendo alvos de ações promovidas pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí (OAB-PI), através do Tribunal de Ética e Disciplina (TED), por não possuírem a carteira suplementar da instituição.

    OAB-PI

O TED está realizando um trabalho de fiscalização para regularizar o exercício da profissão no Estado. O processo de análise está sendo realizado em parceria com o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI).

“Extrapolar a quantidade de causas judiciais fora do domicílio de registro de origem, fere o Estatuto da Advocacia e da OAB (Lei 8906/94). Estaremos trabalhando em conjunto a partir de agora para identificar e regularizar essa situação”, explicou Marcus Nogueira, diretor-tesoureiro da OAB- PI.

INFRAÇÃO DISCIPLINAR
Milton Gustavo, presidente do TED da OAB-PI, ressalta que o exercício irregular da profissão configura infração disciplinar, uma vez que prejudica o advogado (a) local que contribui financeiramente com a instituição.

“A diretoria está com esforço para descobrir os advogados que estão atuando sem suplementar, no interesse de proteger o mercado local e a advocacia do Piauí, bem como o sistema financeiro da Ordem. O Tribunal de Justiça se comprometeu a fornecer as informações necessárias para análise e combate à advocacia irregular, um trabalho que já vem sendo feito pelo Tribunal de Ética e Disciplina”, afirma o advogado.

Milton Gustavo
Milton Gustavo 

PENALIDADE DE CENSURA 
O descumprimento das regras pode acarretar em uma penalidade de censura. “A censura é uma punição simbólica, uma sinalização de que o advogado cometeu algo errado. É uma infração disciplinar que pode virar censura”, finaliza o presidente do TED.


Fonte: Com informações da assessoria
Ver fontes Baixe!