Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

ABEAR anuncia associação da Sideral Linhas Aéreas

Paranashop

Empresa do Paraná fortalecerá Comitê de Cargas da entidade

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) anuncia a Sideral Linhas Aéreas como nova integrante do seu quadro associativo. A empresa, com sede administrativa no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba (PR), surgiu no ano de 2009 a partir do Grupo Econômico da Expresso Adorno. Inicialmente, seu foco era o transporte de cargas e correios, mas atualmente a companhia também opera voos fretados de passageiros. Sua frota é composta por 11 aviões da Boeing, modelo 737.  “A adesão da Sideral como nova associada ABEAR é motivo de alegria. Essa iniciativa traz um fortalecimento ainda maior de nosso comitê de cargas, cuja pauta e ações crescem a cada dia. Também incentiva ainda mais o trabalho da ABEAR em busca do desenvolvimento da aviação comercial brasileira, enfrentando os desafios diários que a alta dos custos estruturais impõem ao setor, especialmente a disparada do preço do querosene de aviação”, afirma o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz.
A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) anuncia a Sideral Linhas Aéreas como nova integrante do seu quadro associativo. A empresa, com sede administrativa no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba (PR), surgiu no ano de 2009 a partir do Grupo Econômico da Expresso Adorno. Inicialmente, seu foco era o transporte de cargas e correios, mas atualmente a companhia também opera voos fretados de passageiros. Sua frota é composta por 11 aviões da Boeing, modelo 737.

“A adesão da Sideral como nova associada ABEAR é motivo de alegria. Essa iniciativa traz um fortalecimento ainda maior de nosso comitê de cargas, cuja pauta e ações crescem a cada dia. Também incentiva ainda mais o trabalho da ABEAR em busca do desenvolvimento da aviação comercial brasileira, enfrentando os desafios diários que a alta dos custos estruturais impõem ao setor, especialmente a disparada do preço do querosene de aviação”, afirma o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz.

Ver fontes Baixe!