Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Goiás vence o Santos, que deixa o G4 do Brasileiro

super esportes
Élvis marcou o gol do Goiás na vitória por 1 a 0 sobre o Santos
foto: Heber Gomes/AGIF

Élvis marcou o gol do Goiás na vitória por 1 a 0 sobre o Santos

 

O Goiás conseguiu segurar o Santos e venceu por 1 a 0 na noite deste domingo, no Estádio da Serrinha, em Goiânia, em jogo válido pela sexta rodada do Brasileirão. Com isso, o Peixe perdeu a oportunidade de assumir a liderança, que segue com o Corinthians, estacionando nos dez pontos e caindo para a quinta posição. Já o Esmeraldino foi para a 13ª posição, com oito pontos.

 

 

O primeiro tempo começou movimentado, mas o Goiás chegou ao gol em pênalti cometido por Velázquez em Apodi. Elvis converteu e colocou os donos da casa à frente do placar, aos 19 minutos. Depois disso, o Peixe ficou mais com a bola, mas não conseguiu criar praticamente nada, a não ser em chute de Lucas Pires já chegando aos 45 minutos.

A etapa complementar seguiu melhor para os donos da casa, que tiveram chance de ampliar em cabeçada de Caetano e em contra-ataque de Apodi. Pelo lado do Alvinegro praiano, a melhor chance foi em cobrança de escanteio de Lucas Pires, com bola desviada para a trave pela própria defesa do Goiás. Angulo balançou as redes, mas a arbitragem marcou corretamente o impedimento no lance.

Na próxima rodada, o Santos recebe o Ceará, no sábado, às 18h30 (de Brasília). Antes disso, porém, tem duelo da Sul-Americana contra o Unión La Calera, também na Vila Belmiro, na quarta-feira, às 21h30 (de Brasília). Já o Goiás visita o Flamengo no sábado, às 16h30 (de Brasília), pelo campeonato nacional.

O jogo - O Santos tentou ter mais a posse de bola no início do duelo, partindo pelo lado esquerdo com Lucas Pires e, depois, com Jhojan Julio, que fez um cruzamento para Marcos Leonardo - ele cabeceou por cima do gol. A resposta veio com Dadá Belmonte, que chutou após saída errada do Peixe, mas Maicon tirou.

Perto dos dez minutos, Apodi foi parado por Lucas Pires com falta. Na cobrança para a pequena área, Maicon tirou de cabeça. Aos 15, grande passe de Lucas Pires para Marcos Leonardo, na frente do gol, mas a defesa tirou e também foi marcado o impedimento.

Pouco depois, Apodi recebeu a bola dentro da área e acabou derrubado por Velázquez, quando o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Elvis converteu e colocou o Esmeraldino na frente. Diante de uma defesa bem-postada, o Santos não conseguiu infiltrações, insistindo mais pelo lado esquerdo.

A partida continuou assim, com o Peixe com mais posse de bola, mas sem conseguir criar, enquanto o Goiás seguia tentando aproveitar poucos contra-ataques, principalmente com Apodi, também sem alterar o placar.

A melhor oportunidade santista surgiu pela esquerda, quase aos 45 minutos, quando Madson passou para Angulo, que ajeitou para Marcos Leonardo. O camisa 9 rolou para Lucas Pires, que soltou uma bomba, para grande defesa de Tadeu. Pouco depois, Zanocelo chutou, para defesa do goleiro.

No retorno do intervalo, nenhuma alteração nas equipes e, logo no segundo minuto, João Paulo fez uma grande defesa em cobrança de falta de Elvis para cabeçada de Caetano. Intenso, o Goiás tentou chegar novamente com Apodi em jogada individual, mas o goleiro ficou com a bola. A resposta veio em cobrança de escanteio, quando Maicon subiu mais alto que a defesa, mas a bola acabou indo para fora.

Aos 13 minutos, Lucas Pires cobrou escanteio e, com desvio da própria defesa esmeraldina, a bola foi na trave. Quase quatro minutos depois, Apodi recebeu passe de Pedro Raul e, no contra-ataque, chegou antes do que a defesa alvinegra e finalizou por cima do gol de João Paulo.


Nos mesmos moldes do primeiro tempo, o Goiás se fechou atrás e aguardava os contra-ataques, enquanto o Santos tentava infiltrações na defesa. Aos 32 minutos, Sandry passou para Madson na direita, que tocou para Angulo balançar as redes em saída errada de Tadeu, mas a arbitragem marcou impedimento.

Depois disso, poucas chances foram criadas e o placar manteve-se inalterado após nova defesa de João Paulo, dessa vez em chute de Fellipe Bastos. No finalzinho, Pirani chutou rente à trave.

FICHA TÉCNICA

 

GOIÁS 1 X 0 SANTOS

Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO)

Data: 15 de maio de 2022 (domingo)

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)

Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Renan Aguiar da Costa (CE)

VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Cartões amarelos: Fabián Bustos (Santos)

GOL: Goiás: Elvis, aos 18 minutos do primeiro tempo.

GOIÁS: Tadeu; Da Silva, Sidimar e Caetano; Diego (Juan), Caio Vinícius (Auremir), Matheus Sales, Elvis (Fellipe Bastos) e Dadá Belmonte; Apodi (Maguinho) e Pedro Raul (Nicolas). Técnico: Jair Ventura.

SANTOS: João Paulo; Madson, Velázquez, Maicon e Lucas Pires; Rodrigo Fernández (Gabriel Pirani), Zanocelo (Sandry), Léo Baptistão (Ricardo Goulart); Jhojan Julio (Lucas Braga), Angulo e Marcos Leonardo (Rwan). Técnico: Fabián Bustos.


Ver fontes Baixe!