Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

SC tem 3 dos 5 portos do Brasil que mais exportaram e importaram cargas em 2021

A Notícia.

Três dos cinco portos do Brasil que mais exportaram e importaram cargas em 2021 são de Santa Catarina. A lista inclui Navegantes (2º lugar) e Itapoá (4º), que têm terminais privados, e Itajaí (5º), público. O ranking, que contemplou 16 portos brasileiros, foi elaborado pela Datamar, empresa que fornece dados sobre comércio marítimo. O levantamento considera a movimentação de contêineres em operações de comércio exterior feitas entre janeiro e novembro.

A liderança geral ficou com o terminal de Santos (SP), que entre contêineres exportados e importados – sem considerar a movimentação interna no país – computou 1,99 milhão de TEUs (unidades equivalentes a um contêiner de 20 pés). A Portonave, que opera em Navegantes, ultrapassou Paranaguá (PR) para assumir a segunda colocação, com 641 mil TEUs. Foi um crescimento de 31,5% na comparação com 2020, o segundo maior da amostragem (veja os dados abaixo).

Itapoá, que aparece na quarta colocação, movimentou 363 mil TEUs em operações de comércio exterior, alta de 17,1%, a terceira maior da relação. Itajaí, por outro lado, contabilizou 263 mil TEUs exportados e importados entre janeiro e novembro, queda de 5,14% em relação ao mesmo período de 2020.

Considerando apenas o ranking de exportações, Navegantes aparece na terceira posição, com 353 mil TEUs movimentados no período. A alta, de 22%, fez o terminal privado se aproximar de Paranaguá, segundo colocado, que teve 356 mil TEUs. Nesta lista, Itapoá figura na quinta colocação (170 mil TEUs) e Itajaí (124 mil) aparece em sexto.

Quando o assunto é contêineres importados, Navegantes mais uma vez se destaca. Com crescimento de 45,3%, o maior entre os 16 portos mapeados, o terminal privado aparece na segunda posição geral, com 288 mil TEUs. Itapoá, com alta de 26%, foi o quarto, com 193 mil TEUs, e Itajaí o sexto, com 138 mil TEUs.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Ver fontes Baixe!