Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Telescópio espacial TESS já encontrou 5.000 candidatos a exoplanetas

Canaltech

O catálogo de candidatos a exoplanetas já identificados pelo telescópio Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS), da NASA, acaba de passar a marca dos 5.000 objetos de interesse. Grande parte destes números vem do levantamento Faint Star Search, liderado por Michelle Kunimoto. A missão foi lançada em 2018 e, desde então, o catálogo de descobertas vem crescendo em ritmo estável.

A descoberta de novos candidatos a planetas e a incorporação deles ao catálogo de objetos de interesse é apenas o primeiro passo. Agora, astrônomos de todo o mundo vão estudar esses mundos, chamados TOIs, para confirmar se, de fato, são planetas. Enquanto isso, o catálogo de planetas já confirmados a partir de observações anteriores deverá continuar crescendo.

Mapa do céu com a posição dos mais de 5.000 candidatos a exoplanetas já identificados ao longo da missão do TESS (Imagem: Reprodução/NASA/MIT/TESS)

Kunimoto explica que, somente no ano passado, o TESS encontrou mais de 2.400 objetos de interesse. “Hoje, o TESS chegou a mais que o dobro deste número, um grande feito para a missão e para todas as equipes que analisam os dados todos os dias em busca de novos planetas”, comemorou. Os TOIs adicionados em dezembro são, na verdade, do terceiro ano da missão.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O telescópio observou novamente áreas visíveis do hemisfério norte, fazendo novas visitas a estrelas já observadas em 2018. A missão primária do telescópio foi concluída em 2020 e, hoje, ele opera em sua missão estendida. Hoje, o TESS está observando o hemisfério norte e o plano da eclíptica, junto de regiões do céu já observadas por missões anteriores, como o telescópio Kepler.

O TESS monitora milhares de estrelas em busca de pequenas reduções no brilho delas, que podem ser causadas pelo trânsuto planetário (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)

Katharine Hesse, gerente do TESS, observa que os dados do primeiro ano da missão estendida já permitiram acrescentar dúzias de novos candidatos à lista dos TOIs encontrados durante a missão primária. “Estou animada para ver quantos sistemas multiplanetários vamos encontrar durante o restante da missão estendida e nos próximos anos”, comentou.

Há planos para estender a missão do TESS até 2025 e, quem sabe, além, o que deverá ajudar a revelar ainda mais possíveis exoplanetas.

Ver fontes Baixe!