Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Ana Hickmann processa hotel onde foi vítima de atentado em Minas Gerais

O Fuxico

    O ano de 2016 é um ano que ficará marcado na vida de Ana Hickmann. A apresentadora foi vítima de um atentado em um hotel na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais, onde sua cunhada e assessora, Giovana Correa, chegou a ser baleada.

    Agora, a apresentadora está processando o Hotel Caesar Business, no bairro Belvedere, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A informação foi dada em um podcast na última terça-feira (23/11).

    De acordo com o advogado de Ana Hickmann, Maurício Bemfica, o processo está sob segredo de Justiça,e somente poderia dar mais detalhes depois de conversar com a apresentadora. As informações são do G1.

    Relembre o caso

    O atentado aconteceu no dia 21 de maio de 2016, onde Rodrigo Augusto de Pádua estava armado e abordou o cunhado de Ana Hickmann, Gustavo Correa, dentro do hotel e o obrigou a levá-lo ao quarto da apresentadora.

    Já no local, Rodrigo efetuou alguns disparos, onde dois deles atingiram, Giovana Oliveira, assessora de Ana Hickmann e mulher de Correa.

    Gustavo Correa, então, lutou com o atirador e foi aí que as duas deixaram o local. Na briga, Rodrigo foi morto com três tiros. Ele se dizia fã da apresentadora.

    Justiça

    Por conta da morte de Rodrigo, Gustavo Correa foi processado, mas a Polícia Civil arquivou o caso por entender que foi “legítima defesa”. Contudo, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) denunciou o cunhado de Hickmann por homicídio, já que Rodrigo levou três tiros na nuca.

    Gustavo Correa foi absolvido novamente pela Justiça, que entendeu que não havia provas que Rodrigo estava no controle da situação.

    O Ministério Público voltou a recorrer, mas, em 2019, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais o absolveu mais uma vez em segunda instância.

    Logo Instagram
    Ver fontes Baixe!