Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Sonda da Nasa capta foto inédita da superfície de Vênus

UAI

A Nasa divulgou mais uma vez uma imagem de tirar o fôlego. A agência espacial dos Estados Unidos revelou fotos tiradas do planeta Vênus por meio da sonda Parker Solar Probe. O registro de julho de 2020 pode revelar muito não só sobre o próprio equipamento, mas também sobre o planeta em questão.

A Parker Solar Probe é uma sonda enviada ao espaço exclusivamente para observar o Sol. O principal objetivo da tecnologia é coletar mais informações sobre o vento solar, o que ocorre desde 2018, segundo a CNN. Esses rasantes são necessários para a missão da Parker: em sua órbita, ela pega impulso na gravidade de Vênus para ficar cada vez mais perto do Sol. Segundo a NASA, em sete anos de missão a sonda vai contabilizar sete voos sobre o planeta. 

Um close venusiano já era esperado; a sonda captou com nitidez o contorno brilhante do lado noturno do planeta, conhecido como nightglow. O fenômeno é causado pela luz ultravioleta do Sol, que flui pela atmosfera e divide as moléculas em átomos que, livres, se recombinam, perdendo energia na forma de luz.

A surpresa, porém, estava no centro da imagem, onde é possível distinguir uma mancha escurecida: Aphrodite Terra, a maior das duas principais regiões elevadas de Vênus (seu tamanho equivale ao da América do Sul), com cadeias de montanhas e cortada por numerosos e extensos fluxos de lava (mesmo assim, a região aparece mais escura porque ela é cerca de 30°C mais fria do que as regiões ao seu redor). O problema é que, teoricamente, a Parker não poderia vê-la.

A última passagem da Parker, no dia 20 deste mês, foi a quarta das sete das chamadas assistências de gravidade de Vênus planejadas para a missão. As próximas, que levarão a sonda ainda mais perto do Sol, estão programadas para os dias 29 de abril e 9 de agosto.

Gostou do nosso conteúdo? Nos siga no Instagram e tenha acesso a mais materiais exclusivos!

Ver fontes Baixe!