Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Casos confirmados de coronavírus no Brasil têm genéticas diferentes

Uol

Comparação apontou que cada vírus é semelhante a uma região da Europa, contudo, os dois infectados brasileiros vieram da Itália

De acordo com uma comparação realizada por pesquisadoras de instituições públicas brasileiras da área da saúde, o código genético do vírus que foi detectado no primeiro paciente confirmado com Covid-19 no Brasil é diferente do encontrado no vírus que afetou a segunda vítima brasileira da doença. O resultado do sequenciamento que apontou a disparidade foi divulgado 48 horas após a confirmação do segundo caso.


O primeiro código genético se parece mais com o do vírus que foi sequenciado na Alemanha, enquanto o segundo vírus é semelhante ao detectado na Inglaterra, segundo identificou a pesquisa. “Ambos são diferentes das sequências chinesas. Isso sugere que a epidemia está ficando madura na Europa, ou seja, está ocorrendo transmissão interna entre países”, explicou uma das coordenadoras do estudo. Vale lembrar que, em ambos os casos, os pacientes voltaram de viagens pela Itália.

Reprodução

Acontece que se todas as vítimas na Europa tivessem, em algum momento durante a epidemia, viajado para a China, o código genético do vírus seria mais parecido com o encontrado em Wuhan, cidade onde o surto teve início, mas essa não está sendo a tendência.

O estudo comparativo foi feito pelo Centro Conjunto Brasil-Reino Unido para Descoberta, Diagnóstico, Genômica e Epidemiologia de Arbovírus (CADDE), com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). O sequenciamento, por sua vez, foi desenvolvido no laboratório do Instituto Adolfo Lutz por especialistas da Fiocruz. 

Incidência da doença

Os dados da atualização mais recente sobre os casos do novo coronavírus no Brasil foram divulgados pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (2). Por enquanto, o país tem 433 casos suspeitos - 181 a mais do que no domingo (1º) -, mas nenhum foi confirmado no novo balanço. Portanto, continuam sendo dois os casos confirmados da doença em território brasileiro. Os infectados seguem em isolamento domiciliar.

Há, também, uma nova categoria intitulada como “caso provável” para incluir os casos em que o possível paciente apresenta os sintomas da doença depois de ter tido contato direto com uma vítima do Covid-19.

Na Plataforma IVIS é possível acompanhar todas as atualizações sobre os casos do novo coronavírus no Brasil e no Mundo.

 

Via: G1

Compartilhe com seus seguidores

Ver fontes Baixe!