Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Sequenciamento identifica diferentes genomas nos dois casos brasileiros de coronavírus

Metro1

O genoma do coronavírus isolado na segunda vítima brasileira confirmada da doença, diagnosticada no último sábado (29), é diferente do primeiro caso, registrado três dias antes. A informação é da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

“O primeiro isolado se mostrou geneticamente mais parecido com o vírus sequenciado na Alemanha. Já este segundo genoma assemelha-se mais ao sequenciado na Inglaterra. E ambos são diferentes das sequências chinesas. Tal fato sugere que a epidemia de coronavírus está ficando madura na Europa, ou seja, já está ocorrendo transmissão interna nos países europeus”, explicou, à Agência Fapesp, a diretora do Instituto de Medicina Tropical (IMT) da Universidade de São Paulo (USP), Ester Sabino.

De acordo com ela, para uma “análise mais precisa” será necessário averiguar dados da Itália, que ainda não foram sequenciados. O sequenciamento da segunda ocorrência brasileira de COVID-19 foi concluído em apenas 24 horas por cientistas do Instituto Adolfo Lutz e da USP.

Ver fontes Baixe!