Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Dólar sobe a R$ 4,20 nesta terça; Bolsa recua, mas mantém os 118 mil pontos

Yahoo!

RIO — O dólar comercial voltou a operar pressionado. A moeda americana é negociada com alta de 0,26%, valendo R$ 4,20. No mercado acionário, o Ibovespa (índice de referência da Bolsa de São Paulo) recua 0,56%, mas opera aos 118.193 pontos.

Os analistas indicam que a alta do dólar contra o real está atrelada à proximidade da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), marcada para os dias 4 e 5 de fevereiro. A expectativa é que a autoridade monetária faça mais um corte na taxa básica de juros (Selic) do país.

— Vimos alguns dados como vendas do varejo e produção industrial decepcionando as projeções do mercado. Só a prévia do PIB do Banco Central foi mais animadora. Este cenário contribui para aumentar as expectativas de que a Selic passará por um novo corte — indica Leandro Ortiz, integrante da equipe econômica da Guide Investimentos.

O possível corte na Selic acaba deixando o mercado local menos atraente para os investidores, principalmente em relação ao carry trade (operação na qual os investidores tomam empréstimos em países com juros baixos para aplicar em títulos públicos de países emergentes, geralmente com juros elevados. Caso os juros brasileiros renovem a mínima histórica, o mercado doméstico fica menos atraente para o investidor).

Além disso, o mercado monitora a participação do ministro Paulo Guedes no Fórum Econômico Mundial de Davos (Suíça). Alguns analistas de mercado consideram que a declaração de Guedes sobre câmbio, antes de sua participação no evento, também contribuíram para pesar na cotação do dólar contra o real.

Em entrevista ao programa "Poder em Foco" do SBT, o ministro disse que juros baixos e dólar alto são o "novo normal" da economia brasileira. Além disso, ele também destacou que as reformas econômicas serão aprofundadas neste ano.

Ver fontes Baixe!