Central das Notícias
Notícias, vídeos e humores
closeDownload
Baixe agora!
share icon

Bicudinho-do-brejo alça voos nas páginas de papel para dar vida a uma linda história

Paranashop

O encontro cultural que traz lançamento do livro e palestra sobre o tema foi incluído no Rendez-vous Artistique de julho, um projeto cultural mensal da Aliança Francesa em Curitiba

 

Por Emanuelle Spack

 

A realidade representada em lindas ilustrações com o intuito de educar e conscientizar crianças e jovens sobre a natureza e as espécies ameaçadas de extinção é a temática que envolve o conteúdo do livro A descoberta do Bicudinho-do-brejo que será lançado no dia 06 de julho, no Café Babette da Aliança Francesa, em Curitiba. O evento acontece às 18h00 com entrada gratuita.

O resultado do trabalho realizado em parceria entre a bióloga Bianca Luiza Reinert, a advogada Adélia Maria Woellner e a artista plástica Kitty Harvill poderá ser visto nas páginas de um livro infantojuvenil que conta a história da descoberta do Bicudinho-do-brejo. Adélia, que tem se dedicado à literatura infantil, foi convidada por Bianca para escrever a história e dar vida, por meio da literatura, a uma ave que está em extinção. De acordo com Adélia o livro é destinado para crianças e alunos de escolas do ensino fundamental, mas o público adolescente e adulto também poderá enriquecer seu conhecimento por meio desta obra. “O objetivo desta obra é fazer a apresentação do bicudinho e, com isso, ampliar o conhecimento sobre as suas características e habitat estimulando nos leitores a curiosidade, não só sobre o bicudinho, mas também sobre outras espécies que a natureza tem a nos revelar”, diz a autora.

 

Idealizadora da Reserva Bicudinho-do-brejo, Bianca que descreveu espécies novas para a ciência e coordenou por mais de 20 anos estudos com os Bicudinhos-do-brejo é a coautora do livro e revela que “a coisa mais importante é tornar todo esse esforço para conservação da natureza e o cuidado com a Reserva Bicudinho-do-brejo cada vez mais conhecidos. A venda do livro irá ajudar financeiramente a reserva.” A Reserva Bicudinho-do-brejo fica localizada em Guaratuba e tem a finalidade de preservar e conservar a natureza numa área em que existem muitas espécies raras de nossa fauna, algumas ameaçadas de extinção.

As ilustrações ficaram por conta de Kitty Harvill que queria um equilíbrio entre o mundo de fantasia de papel cortado dos pássaros e a interpretação mais realista com lápis aquarela da história humana. “Passei dois meses compondo os esboços do livro, decidindo sobre as quebras de página e as imagens que eu queria usar. Livros anteriores que ilustrei usando papel recortado foram bem-sucedidos em atrair jovens leitores para a história”, conta a ilustradora que por meio de seus desenhos quer passar uma mensagem de consciência aos leitores para o cuidado que devemos ter com o planeta e do quão importantes são as espécies com as quais convivemos, “sinto que os humanos têm uma chamada sagrada para proteger este belo planeta que nos dá muito – física, emocional e espiritualmente”.

O lançamento do livro foi incluído no projeto Rendez-vous Artistique, da Aliança Francesa em Curitiba, para o mês de julho. “Quando surgiu a notícia de que o livro ficaria pronto a tempo, unimos tudo, e o tema escolhido para esse Rendez-vous Artistique foi: a arte da preservação ambiental”, esclarece Cassandra Joerke, produtora cultural da Aliança Francesa em Curitiba. Cassandra explica que o Rendez-vous Artistique é um projeto cultural da Aliança Francesa em Curitiba que promove um encontro mensal comprometido com a arte, com a proposta de ser intimista, aproximador e eclético.  “Aqui temos uma visão mais abrangente de arte, nos desvencilhamos de conceitos e olhamos o mundo com mais sensibilidade.  Contamos com o apoio do Consulado da França em Curitiba, na figura do cônsul, Sr. Nadir Bosch e do Café Babette, parceiro da Aliança Francesa”, diz Cassandra.

 Para que esse evento cultural se torne ainda mais especial, Bianca fará uma palestra para contar às pessoas um pouco da realidade de quem cuida da natureza em nosso país. “Vai ter um pouquinho de tudo que o Projeto Bicudinho-do-brejo realizou ao longo de mais de 22 anos de atuação. Vamos apresentar algumas pesquisas e a vida particular dos passarinhos, falar sobre a Reserva e como a arte surgiu nesse cenário”, diz Bianca.

Cassandra ressalta a importância de divulgar e apoiar ações de relevância como o trabalho de Bianca como bióloga. “Sua luta incansável, mesmo nas condições de saúde que todos sabemos, é algo admirável! O objetivo maior desta movimentação toda é tocarmos alguém, uma instituição e conseguirmos que a Reserva e as espécies que lá se encontram, inclusive o Bicudinho, sejam preservados”, finaliza Cassandra.

Para Rosangela de Cassia Tramontini, técnica em projetos culturais pelas leis de incentivo municipal, estadual e federal, o livro A Descoberta do Bicudinho-do-Brejo é resultado de um projeto executado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura, que autoriza que projetos analisados e aprovados recebam incentivos fiscais – recursos financeiros, advindos do ICMS devido, captados junto às empresas. “O projeto que viabilizou a edição e publicação do livro foi incentivado, em sua totalidade, pela COPEL – Companhia Paranaense de Energia Elétrica, via Lei Estadual, que está em seu segundo edital desde sua promulgação e tem proporcionado a realização de muitos projetos com objetivo de democratizar o acesso à cultura. Nosso projeto tem uma contrapartida social bastante relevante, atendendo à população que tem pouco acesso à cultura, às escolas e bibliotecas públicas, ONGs etc”, explica Rosangela

 

Lei de Incentivo à Cultura do Paraná

Essa lei funciona por renúncia fiscal em que o Estado destina parte da arrecadação do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadoria para a realização de projetos culturais. A SEEC– Secretaria de Estado da Cultura através do PROFICE – Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura são as entidades que incentivam, fomentam, regulamentam e fiscalizam a realização de projetos culturais em âmbito estadual. As empresas que participam com recursos repassados do ICMS devido, são chamadas incentivadoras, e recebem em contrapartida o marketing cultural, podendo utilizar o plano de divulgação do projeto para veiculação de suas marcas.

 

Serviço

Lançamento do Livro A descoberta do Bicudinho-do-brejo e palestra

Data: de 06 de 2018, sexta-feira.

Local: Café Babette da Aliança Francesa

Endereço: Alameda Prudente de Moraes, 1100 – Curitiba, Paraná.

Entrada: Franca

Horário: das 18h00 às 21h00. 

Ver fontes Baixe!